Operação em três estados prende mais de 20 suspeitos de roubos a bancos

 
Ação contou com apoio do Gecoc e das polícias dos estados do Pará e Paraíba
 

Delegados apresentam resultado de operação na SSP

FOTO: PEDRO FERRO

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) divulgou, nesta segunda-feira (12), o resultado de uma operação conjunta que prendeu 21 pessoas acusadas de integrarem uma quadrilha de roubos a bancos. A ação teve participação de policiais civis e militares, com o apoio do Grupo Estadual de Combate a Organizações Criminosas (Gecoc) e das polícias dos estados da Paraíba e do Pará.

De acordo com o delegado Mário Jorge, coordenador da Divisão Especial de Investigações e Capturas (Deic), a quadrilha é conhecida por ser extremamente violenta, chegando a utilizar, em alguns casos, vítimas como escudo humano, na tentativa de evitar qualquer tipo de reação por parte da polícia durante as ações criminosas.

"Essa quadrilha já vinha sendo investigada por nós devido aos recentes ataques registrados em Alagoas. Conseguimos identificar os suspeitos, graças também à colaboração das polícias de outros estados, que efetuaram prisões na Paraíba e no Pará", explicou.

Durante os cumprimentos dos mandados em Arapiraca - ver matéria relacionada - e no Pará, cinco suspeitos morreram após troca de tiros com a polícia. Dos 21 presos, 10 acusados são alagoanos, enquanto os demais são oriundos de diversos estados das regiões Norte e Nordeste.

Com a quadrilha, a polícia apreendeu mais de 1.000 munições de diversos calibres e 10 armas de fogo.

 

Armas e munições apreendidas com os integrantes de quadrilha

FOTO: PEDRO FERRO